Desenvolvendo o famoso Hello World em Kotlin!

27 de outubro de 2017 | Af0n | Leave a comment

Pra quem não conhece, Kotlin é uma linguagem criada pela JetBrains com seu principal foco em melhorias na compatibilidade e desenvolvimento dos aplicativos.

A grande vantagem do Kotlin sobre o Java é que ele é algo totalmente novo. No temos as mesmas limitações que o Java ainda. Nós conhecemos os problemas de design das linguagens antigas, nós sabemos seus pontos fortes, e temos uma empresa focada nas necessidades do mercado para desenvolvê-la.

Mas vamos começar a programar, primeiro com a versão mais simples

1

2

3

4

package meu.programa

fun main(args : Array<String>) {

println(“Hello, world!”)

}

 

Observações sobre o exemplo acima:

  • Na linha 1 o package header é opcional.
  • Então declaramos a função main usando a palavra-chave fun no nível do package que recebe como parâmetro um Array de strings.
  • Quando uma função não precisa retornar nada, ela por padrão retorna o tipo Unit, ou seja é opcional.
  • Outra coisa opcional é o ponto e vírgula. Eu particularmente gosto dos “;”.
  • Se você salvar o arquivo com o código acima com o nome “Principal.kt”, por exemplo, o JMV irá compilar como um método estático em uma classe derivada com o nome do arquivo. Nesse caso “meu.programa.PrincipalKt”.
  • Para alterar o nome do arquivo com as funções top-level para um arquivo específico, é necessário fazer a seguinte anotação no início do arquivo:
1 @file:JvmName(“MeuApp”)

Dessa forma a classe rodará como: “meu.programa.MeuApp”.

Artigo enviado por Leonardo Luz

Veja mais sobre o conteúdo em nosso fórum Codifiquei.com/forum/

Comentários

Comentários